quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Clube do Livrinho




Há alguns anos atrás, recebi uma cartinha para meu filho que achei superbacana e hoje me lembrei de resgatá-la para contar a vocês. Trata-se do Clube do Livrinho. Já ouviram falar? Nem todo mundo entra nesta brincadeira, por não entenderem, por descaso ou por preguiça de participar. Mas eu acho ela tão bacana que queria convencê-las disso!

Vejam como o ciclo funciona (se não entenderem é só perguntar!!).

1. Seu filho escolhe um amigo e, com a sua ajuda, escreve na cartinha o nome e o endereço dele em "amigo 1". Na posição "amigo 2", coloca o seu próprio nome e endereço completo.
2. Depois de pronta, manda a cartinha (modelo abaixo) para 6 amiguinhos.
3. Os seis amiguinhos que receberem a carta deverão enviar um livrinho de presente para o "amigo 1"
4. Cada um dos seis amiguinhos deverá, com a ajuda da mamãe, alterar os nomes dos amigos na carta desta forma:
- o nome do "amigo 1", a quem eles presentearam com o livro, deverá ser retirado da carta.
- o nome do "amigo 2" (seu filho) deverá ir para a primeira posição ("amigo 1").
- o nome deles (da criança que enviar a carta) deverá ficar na segunda posição ("amigo 2").
5. Depois de atualizada a carta, deverão enviar, cada um, para 6 novos amiguinhos.
6. Desta forma, quando eles enviarem a nova cartinha, os 6 amigos de cada um deles (6 x 6, total de 36 crianças) deverão enviar um livrinho para seu filho, cujo nome estava na posição 1.
7.  O ciclo continua com essas 36 crianças enviando cada uma para mais 6 crianças e assim sucessivamente. Desta forma, cada criança participante do ciclo receberá 36 livrinhos (isto é, se todos participarem, né?)

Como resultado, seu filho vai dar 1 livrinho a uma criança de presente e receberá 6 de outras crianças (que podem se conhecer ou não).





Por que esta brincadeira é bacana?
1. Estimula a leitura
2. Favorece novas amizades (de quem ele recebeu a cartinha, para quem ele vai mandar, quais são os seis amiguinhos que ele escolherá...)
3. É uma oportunidade da criança entender como funcionam os correios e alguns conceitos (escreva a cartinha com ela, explique o que é remetente e destinatário, leve-a até uma agência, mostre o envelope endereçado a ela quando chegar)





Dicas:
1. Os livros não devem ser caros. Existem muitas opções que custam menos de R$ 5,00, com historinhas bacanas.
2. Mesmo que conheça o amigo, enviar pelos correios torna a brincadeira mais interessante e proporciona aprendizagem para seu filho.
3. Não precisa enviar por sedex que é mais caro! Os livros poderão ser enviados em envelope comum por PAC (uma forma de envio mais barata).
4. Escolha amigos cujos pais você conheça e possa explicar sobre o Clube do Livrinho, para ter mais garantia de que irão participar da brincadeira e não vão quebrar a corrente.
5. Mande a cartinha também em envelopes e peça para seu filho (a depender da idade) escrever os nomes dos amiguinhos.
6. Vale enviar para amigos ou priminhos que morem em outra cidade ou estado.
7. Lembre-se de comprar livros adequados à faixa etária da criança.

E para facilitar ainda mais não precisa ficar digitando a cartinha. É só copiar o texto abaixo, colar no word, alterar os nomes e imprimir.


O que a criança vai ganhar? Livrinhos, amiguinhos e muita história pra contar!!



modelo da carta:

"CLUBE DO LIVRINHO
 

Salvador, 30 de Agosto de 2012

Querida Alice,

Espero que você goste da brincadeira do Clube do Livrinho!

Mande um livrinho, pelo correio, para a criança cujo nome está em primeiro lugar (Joaquim Guimarães – 5 anos). Observe a idade do amiguinho e não esqueça de colocar seu nome e seu endereço para que ela saiba quem está enviando o livro.

Dentro de aproximadamente 15 dias você estará recebendo 36 livrinhos! Será divertido saber quem mandou e de onde vieram os livrinhos que você recebeu e, quem sabe, fazer novos amigos.

Amigo 1: Joaquim Guimarães - 5 anos
      + Endereço completo: Rua dos Bobos, n. 0, CEP: 12345-678, Salvador-BA
Amigo 2: João Tourinho - 6 anos
      + Endereço completo: Rua dos Bobos, n. 1, CEP: 87654-321, São Paulo-SP 

Peça pra seus pais enviarem uma cópia desta carta para 6 crianças. Nas seis cartas, que serão enviadas aos seus amigos, o primeiro nome (Joaquim Guimarães) deverá ser excluído. O nome que está em seguida (João Tourinho) deverá ir para o primeiro lugar e o seu nome passará a ocupar a posição do segundo lugar. Não esqueça de indicar sua idade.

IMPORTANTE!
Se seus pais não quiserem que você participe, peça que eles devolvam esta carta ao remetente, pois caso o círculo seja quebrado, ficaremos sem receber os livros que estaremos aguardando ansiosos.

Um abraço e boa leitura!

                           Ass: João Tourinho

(Obs: texto da cartinha disponível no blog www.maeparamaes.com, no post "Clube do Livrinho").




domingo, 26 de agosto de 2012

Festival Internacional de Cinema Infantil - sorteio de ingressos!




Aberta a temporada 2012 do Festival Internacional de Cinema Infantil (FICI). Nossas crianças agradecem!!

Meu filho, então, que é apaixonado por cinema, não vai querer perder nenhum!! Quando ele tinha 4 anos, me fez prometer que o levaria para assistir a TODOS os filmes que passassem no cinema. Agora vai ficar difícil cumprir essa promessa, pois só no Festival serão 100 filmes em 10 dias!! Entre os filmes, curtas e longas-metragens, brasileiros e internacionais. Confira junto com as crianças a lista dos filmes com suas respectivas sinopses para elas irem escolhendo!!

Além da diversidade de opções, o Festival apresenta novidades como:

  • Sessão Contada: profissional da área artística fará leitura do filme em português durante a exibição
  • Conversa no Cinema: filmes seguidos de bate-papos entre o público e um membro da equipe do filme
  • O Pequeno Jornalista: após a exibição, debate entre um jornalista conviado e as crianças
  • Sessão Dublagem ao Vivo: a dublagem é feita por profissionais, em tempo real, dentro da sala de exibição
  • O Pequeno Cientista: após a sessão, as crianças farão experiências científicas relacionadas ao tema do filme
  • Segunda Chance: reprise de clássicos do cinema, para quem ainda não tinha assistido.

O Festival acontecerá com exclusividade na Rede Cinemark em 10 cidades brasileiras. Vamos aguardar que chegue em nossas cidades! Confira a programação:
  • Rio de Janeiro e Niterói; de 24/08 a 02/09
  • São Paulo, Campinas e Santos: 21 a 30/09
  • Natal: 05 a 14/10
  • Aracaju e Salvador: 19 a 28/10
  • Brasília e Belo Horizonte: 1 a 11/11

Para mais informações, acessem o site do Festival.


Quem aí tá com vontade de levar os filhos?? Melhor ainda se for de graça, não é?



GANHE INGRESSOS

O FICI está concedendo 10 pares de convites para sorteio entre os leitores aqui do blog. Quem quiser participar, é só postar um comentário aí embaixo informando seu nome completo e a cidade.

O sorteio será realizado no sábado, dia 01 de setembro. Então corra e coloque o nome na lista!!

Obs: o resultado do sorteio será divulgado aqui no blog. Venha conferir!! Os ingressos serão entregues diretamente pelo FICI até a data de lançamento do Festival na cidade escolhida.


Boa sorte!!



sábado, 25 de agosto de 2012

A infância está desaparecendo!







Ontem foi o Dia da Infância! Eu nem sabia que existia Dia da Infância! Descobri quando li um post do Educar para Crescer (que eu já indiquei aqui anteriormente), falando sobre o desaparecimento da infância. No texto, relata-se a história de como as crianças eram tratadas desde a antiguidade até os dias de hoje!



"Como é a infância hoje: A queda que começou em 1950 tem sinais muito claros hoje: as crianças estão se tornando adolescentes cada vez mais cedo, o trabalho infantil, se der muito dinheiro, está sendo valorizado, e até a Turma da Mônica precisou ficar adolescente para voltar a vender". Leia matéria completa sobre o Fim da Infância. Muito boa!

E apesar de nos dias de hoje as crianças serem cada vez mais valorizadas, tenho que concordar que a infância está desaparecendo, sim. E precisamos tomar uma atitude urgente!

Sabem por quê?

As crianças de hoje se transformam, ou melhor, se acham adolescentes cada vez mais cedo, com 10, 9 e até 8 anos. E o pior é que são incentivadas a isso. E assim, essa idade tende a diminuir porque muitos pais acham uma gracinha crianças pequenas inventarem namoradinhos ou se comportarem como mini adolescentes.



Com 8, 9 ou 10 anos, as meninas não querem mais desenhos animados e filmes infantis. Querem seriados e filmes de adolescentes, como Crepúsculo, Hanna Montana, High School Musical (ou o que quer que esteja passando). São apaixonadas por Justin Bieber. E os pais não se importam.

Os meninos pequenos são incentivados a assistir filmes com classificação 10/ 12 anos anos, como os de super-heróis (Homem-Aranha, Batman, etc.) recentemente. Eu penso que se o órgão que classifica os filmes definiu uma idade é porque teve motivos para isso (dá só uma lidinha lá embaixo no que pode conter em um filme de 12 anos...). E quem sou eu para antecipar essas imagens na cabecinha dos meus pequenos?



Além disso, as crianças de hoje ouvem e dançam músicas de adultos e se sentem incentivadas com tanta gente achando "uma gracinha"! "Eu quero tchu" é uma prova viva! (Agradeço do fundo do meu coração à Galinha Pintadinha por ter resgatado as músicas infantis em seus DVD's! :).

Já ia me esquecendo! Crianças frequentam salão como gente grande! As meninas pintam as unhas, fazem escova, hidratação e se maquiam. A prova disso é o ícone infantil Suri Cruise, que usa salto, roupas de griffe, bolsa... mas no final das contas não larga a chupeta! Socorrrrooooooo!!!




Outro caso que impressiona é o da mini miss Natália Stangherlin, que sofre uma adultização precoce e, para se apresentar nos concursos de beleza, usa até dentadura para esconder a banguela. Isso sem falar nas luzes e apliques de cabelo. No final deste vídeo, a narradora ainda tem coragem de falar que "o rostinho se ilumina mesmo quando ela está curtindo a família e os brinquedos". Afinal, ela não tem tempo de brincar!




E com tanto estímulo externo para acabar com a infância, incluindo televisão e internet, as crianças são influenciadas e entram na onda mesmo!

E as que ainda resistem em continuar na infância terminam entrando na onda dos amigos e colegas, para não serem diferentes ou chamadas de bobas e sofrerem bullying. E a bola de neve das influências vai crescendo até atingir seu objetivo de extinguir a infância.

E nós vamos ficar aqui parados, de braços cruzados? Não! Vamos lutar pela sobrevivência da infância!

Vamos ensinar as crianças a brincar de verdade (leia post "o resgate de 10 brincadeiras"), vamos cantar as velhas e boas cantigas (a Galinha Pintadinha tem muito a colaborar), vamos ler historinhas infantis, vamos jogar, vamos levá-los ao parque, à praça, fazer castelos na praia e muito mais.



E vamos lutar pela sobrevivência da infância, pois essa época não volta mais!!








--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Leia matéria completa do Educar para Crescer sobre o Fim da Infância.









Sobre classificação e filmes:

"Não recomendado para menores de 12 anos:
O filme e/ou programa de TV é recomendado para pessoas com mais de 12 anos de idade. Pode conter nudez, relação íntima, linguagem obscena, depreciativa, chula, erótica e de conteúdo sexual, gesto obsceno, estigma, agressão verbal, violência (assassinato, presença de sangue, lesão corporal, agressão física ou maus tratos a animais), tensão, erotismo, exposição de pessoas em situação constrangedora ou degradante, conflitos psicológicos, narração detalhada de crime e atos agressivos, exposição de cadáver, consumo de drogas lícitas, e insinuação de consumo de drogas ilícitas".




Fonte: Wikipedia
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA / GABINETE DO MINISTRO / PORTARIA nº 1.220, de 11 de julho de 2007
Confira campanha do Ministério da Justiça que alerta pais sobre importância da classificação indicativa.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Folclore: o resgate de 10 brincadeiras



Hoje é dia do folclore e dia de lembrar que existem tantas brincadeiras antigas que valem a pena ser resgatadas!!

De que brincam as crianças hoje em dia? Só de esconde-esconde e pega-pega (e agora uma nova moda, o "pega-pega-congelou"!). A cada geração, as brincadeiras tradicionais vão se perdendo! Mas elas são tão legais!!! E por isso venho lembrar algumas para vocês (e para mim também rs), para que no próximo fim-de-semana aproveitem a folga para ensinar às crianças. Essa é a essência do folclore: transmitir os costumes e tradições de geração para geração. Se não fizermos nossa parte, essas brincadeiras virarão lendas!


A minha fonte de consulta é um livro da Turma da Mônica chamado "Folclore Brasileiro", que eu super indico!! O livro é completíssimo! Tem músicas, cantigas de roda, brincadeiras, adivinhas, pegadinhas, parlendas, trava-línguas, etc. É um livro para ser lido e consultado e para ter sempre por perto para entreter nossas crianças com atividades de qualidade!! E o melhor de tudo é que o livro descreve as brincadeiras direitinho. Para quem não aprendeu na infância, dá para aprender agora!




Então, vamos fazer um trato! Vamos nos comprometer em ensinar essas "novas" brincadeiras para nossos filhos!! Trato fechado??


Confiram a lista com 10 sugestões de brincadeiras:

1. O pobre e o rico ("Eu sou pobre, pobre, pobre, de marré, marré, marré")

Formam-se duas fileiras, a dos "Ricos" e a dos "Pobres", cada uma cantando seus versos (confira a letra). O lado rico vai tentar trazer cada um do lado pobre, para cantarem juntos o final da música.

2. Escravos de Jó

Essa já é mais conhecida! Mas coloco o vídeo abaixo com as crianças brincando para quem quiser relembrar. Ela é super divertida e agrada inclusive os adultos.



3. Seu Lobo ("tá pronto, Seu Lobo?") - como brincar

Confiram a brincadeira no Xuxa Só para Baixinhos.

4. Corre, Cotia - como brincar

5. Chicotinho queimado - como brincar

6. Batata Quente - como brincar

Em uma roda, sentadas, as crianças vão passando de mão em mão uma bola (ou outro objeto), enquanto uma criança que está fora e de olhos vendados fala "batata quente, quente, quente... queimou!". Quem ficar com a bola (o "queimado") sai.

7. Boca de Forno - como brincar

8. Barra-manteiga - como brincar

9. Elefantinho colorido - como brincar

10. Mamãe, posso ir? - como brincar



Pesquise aqui onde encontrar o livro "Turma da Mônica - Folclore Brasileiro" e os preços.

Consulte também outras brincadeiras no Portal da Nestlé/ Ninho Soleil. Ou encontre a brincadeira ideal para seu filho aqui!

Divirtam-se e não esqueçam: brincar é coisa séria!!

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Por que só com a mãe??




Essa semana, meu caçula de 3 anos deu trabalho para ficar na escola. Queria colo, queria que eu ficasse com ele na sala, não queria levar a mochila e chorava muito quando eu saía. Ele estava manhoso e eu estava com muita dificuldade para fazê-lo ficar numa boa. Daí pedi ao pai para levá-lo, em meu lugar.

Meia hora depois que saíram de casa, liguei ansiosa:
 - E aí, como foi?

Ele respondeu simplesmente:
- Já deixei ele lá na escola.

Eu, ansiosa, retruquei:
- Sim... e ele??

Ele respondeu simplesmente:
- Ele entrou na sala!

Não satisfeita, insisti:
- E aí? Não criou caso? Ficou numa boa??

Ele estranhou a pergunta, mas respondeu simplesmente, relatando a rotina para ele óbvia:
- Saímos do carro, dei a mochila para ele levar, foi andando pelo corredor sozinho, entou na sala e me deu tchau.




Simplesmente! Não insisti mais. E fiquei pensando com meus botões: por que com os pais é sempre tão simples assim?

Fico eu, aqui, me esforçando para ser uma super mãe, blogando por terapia, mas a culpa é sempre da mãe... POR QUE SÓ COM A MÃE??




sábado, 11 de agosto de 2012

Pai não tem que ajudar!


Eis que vem chegando mais um dia dos pais... dia de agradecer aos nossos parceiros (ou ex-parceiros) pelo maravilhoso presente que nos deram e por dividirem conosco a cumplicidade e responsabilidade de criar os filhos junto. Dia também de agradecer aos nossos pais, agora avôs, por tudo que fizeram e fazem por nós.

Começo este post com uma frase aparentemente polêmica: pai não tem que ajudar! Isso mesmo que vocês leram: PAI NÃO TEM QUE AJUDAR! Querem saber por quê?




Quando falamos em "ajuda" pressupomos que a responsabilidade é exclusiva da pessoa "ajudada" e que o "ajudante" está fazendo um favor. Mas foi-se o tempo em que os pais não criavam os filhos, apenas sustentavam. Foi-se o tempo em que os pais não demonstravam amor aos filhos, apenas brigavam, eram os responsáveis pela bronca mais dura e por botar de castigo. Foi-se o tempo em que o trabalho das mulheres era apenas cuidar da casa e dos filhos (hoje é isso e muito mais!!), enquanto o marido trabalhava fora. Depois dessa revolução familiar, homem e mulher têm papéis divididos na casa e na criação dos filhos. Por isso, o pai não tem que ajudar a mãe. Ele não é coadjuvante na história. A responsabilidade é dos dois: do pai e da mãe.



Família antigamente - Google Images

O pai de hoje troca fralda, dá banho, prepara a mamadeira (não com a mesma habilidade materna... rsrs) e coloca para dormir. É comum lermos entrevistas em Revistas de Celebridades com comentários do tipo: "Ele é um paizão! Sabe até trocar fralda!" Me poupe desse comentário!! Qual o mistério em trocar uma fralda? Na família de hoje isso não existe mais!






O pai de hoje baba mais do que a mãe, não é verdade?? É um companheirão! Quer levar os filhos para o jogo de futebol, quer ensinar tudo que sabe, quer participar das festas da escola, quer sentar no chão, deitar e rolar!





Que bom! Essa revolução familiar só traz benefícios, pois a presença de um pai é muito mais importante do que pensamos. O lado paterno completa o que o lado materno não consegue suprir: a praticidade, o desprendimento, a sua maneira peculiar de brincar, de comer, de tomar banho e fazer as coisas do seu jeito.





E foi quando eu estava pensando sobre essa mudança familiar que recebi uma mensagem da Pediatra dos meus filhos, Dra. Jocete Fontes, dirigida aos pais. A mensagem me emocionou e me fez solicitar a sua autorização para publicar aqui no blog e tornar pública suas lindas palavras, para dividir com vocês, mães e pais.
"Queridos Pais.
Domingo é seu dia... e que dia especial! Pois precisamos comemorar o que esta função evoluiu nestes últimos anos... O pai era apenas o provedor e, muitas vezes, o punidor. A ele era exigido ser duro, estar até um pouco distante, porque emoção não era coisa de pai... Quem perdia? Todos...
Hoje me emociono ao ver os homens/ pais nas salas de parto recebendo comovidos os seus filhos, ao vê-los trocar fraldas, levar a escola e chorar nas consultas emocionados quando o seu filho de 06 anos responde sozinho ao meu interrogatório médico (isto aconteceu há alguns meses atrás, no consultório).
O pai é a lei... a lei do Amor... o pai é deixar ir, fazer o filho confiar na vida quando diz pode subir, pode pular, pode ir, você não vai se machucar, confie... O pai é aquele que nos faz acreditar na nossa capacidade de ser protegidos quando estamos em apuros... Por isto, e por tudo o que a presença do pai representa na vida de uma criança, vamos desejar toda a Ternura para cada um..."                  (Dra. Jocete Fontes)


Preciso dizer mais alguma coisa?



Campanha do Dia dos Pais da Revista Pais e Filhos


E vivam os pais!! :)

Feliz dia para todos os pais!!



quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Dicas de sites superbacanas!

Sei que tem muita mãe antenada por aqui! E eu adoro compartilhar minhas descobertas com vocês. Ainda mais quando sei que elas são superbacanas e ensinam e estimulam nossas crianças.

Vejam só:
1. O Pequeno Leitor - é um site voltado para crianças de 5 a 8 anos, que incentiva o interesse pela leitura.



Para brincar com todas as possibilidades que o site oferece, as crianças devem se cadastrar (tudo com aprovação dos pais - exigem e-mail e CPF). A criança tem que criar o personagem que a representa, através da escolha do corpo, cabelos, olhos, etc. E depois escolhe um amigo imaginário.

No site, os "pequenos leitores" vão encontrar: histórias ilustradas, livrinhos virtuais com poemas, brincadeiras rimadas, piadinhas e os "pequenos escritores" encontrarão um espaço para criar suas próprias histórias (que deverão ser aprovadas pelos pais).

O site entretém as crianças de maneira bastante inteligente, estimulando a imaginação e a criatividade e incentivando a leitura. Além disso tudo, o Pequeno Leitor também tem um blog que dá dicas de livros!! Vale a pena conferir!





2. Super Simple Learning  - é um site criado por professores de inglês com o objetivo de oferecer uma "aprendizagem super simples" da língua inglesa! Os criadores do Super Simple perceberam as dificuldades das crianças acompanharem músicas básicas porque eram rápidas demais, complexas ou difíceis de acompanhar com gestos e danças.

Eles decidiram fazer suas próprias gravações de músicas tradicionais e originais, com o lema: "fácil de ensinar e fácil de aprender". E assim tornaram-se sucesso rapidamente no mundo inteiro. O Super Simple já gravou CD's, DVD's, tem apps e disponibiliza seu acervo também no seu site: http://www.supersimplelearning.com/ e no seu canal no Youtube: http://www.youtube.com/SuperSimpleSongs

Vale muito a pena assistir aos vídeos com as crianças. Elas irão se encantar com as imagens e se familiarizar facilmente com as canções. Reforço escolar!! rsrs








3. Escola Games:  é um site bacana que contém jogos educativos para crianças a partir de 5 anos. É gratuito e tem jogos desenvolvidos com acompanhamento pedagógico para as crianças aprenderem brincando. Atualmente são 42 jogos com temas relacionados à língua portuguesa, matemática, geografia, história, ciências, inglês e ao meio ambiente.










4. Educar para Crescer: essa dica é para os pais! Este é um projeto muito bacana do Grupo Abril, que traz reportagens e notícias sobre a educação, que podem ser muito aproveitadas por nós, pais, e também por quem é professor. Vale a pena fazer uma visita ao site para ler as matérias, sempre interessantes.

No site, inclusive, tem uma reportagem com dica de 52 sites educativos escolhidos pelo Educar para Crescer para quem quiser mais opções.

Além disso, o Educar para Crescer está no Facebook e sempre contribui com dicas valiosas para nossos pequenos estudantes.

Confiram!!











5. Nosso Clubinho:  essa dica é nova!! O Nosso Clubinho é um site super novo e veio com uma proposta que eu adorei de promover jogos educativos para crianças em idade pré-escolar e escolar. Para as crianças alfabetizadas, tem jogos de português, como jogo do plural, dos porquês, ditado de palavras, "mal ou mau" e um que eu achei bem interessante: a corrida do "v" e do "f", pois tem muitas crianças que trocam essas letras! Vale a pena entrar com seus filhos para brincar.




Espero que tenham gostado das dicas! Quando o tema é educação, eu acredito que dicas são sempre bem-vindas! Aprender brincando é bom demais!!

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

A moda das chupetas

Quando não se tinha nada mais a inventar... inventaram! Inventaram moda para a chupeta! Sim, os pobres bebezinhos mal nascem e já são assediados pelos modismos, cuja vítima mais recente é a coitada da chupeta!!

Vocês já conhecem os modelos de chupeta da moda?? Então para aqueles que "só acreditam, vendo" aí vão as provas!!

Com o slogan "keep your kid calm and cool", as chupetas da moda prometem e cumprem: acalmam e deixam o bebê bacana! (rsrsr) Só rindo!

Tem chupeta-bigode (os bigodes - "mustaches" - estão na moda, já notaram?), tem chupeta-"dentes podres" (esse nome eu que dei!), chupeta-vampiro, chupeta-nariz de porco, etc.








Quer ver como nossos bebezinhos ficam??










Mais fofos do que já são!!

Por enquanto ainda não vi vendendo em sites brasileiros. Nos sites americanos custam entre U$ 3,99 e U$ 11,99 mais o frete! Confira na Amazon, Ebay e no Etsy .

Aproveite e confira os prós e contras do uso da chupeta no site Conversando com o Pediatra,da Sociedae Brasileira de Pediatria.