quinta-feira, 31 de maio de 2012

Os meninos e os pais


"Por volta dos seis anos e idade, acontece uma grande mudança nos meninos. É como se, de repente, alguém apertasse um botão para 'ligar' a masculinidade. (...) O menino parece 'se ligar' no pai, padrasto ou figura masculina mais próxima, insistindo em acompanhá-lo, ver o que ele faz e imitar seu jeito. É como se quisesse 'aprender a ser homem". (Steve Biddulph em "Criando Meninos").

Recentemente, levei meu filho de 6 anos a uma médica e ela me aconselhou: "Ele precisa ter mais tempo a sós com o pai. Sem você!". Fiquei arrasada por ter sido posta de escanteio! Mas entendi que meu filho precisa menos de mim, da minha superproteção, dos meus abraços e beijos, dos meus cuidados excessivos!

Ele precisa fazer programas só de homens! Sair de chinelo, com a roupa descombinando, sem mochila a tira-colo com lanches e água. Andar pela rua até a banca de revistas, à locadora ou à padaria (coisa que a mãe dificimente faria!). Lavar o carro, consertar qualquer coisa. Jogar bola. Ir ao estádio ver uma partida de futebol. Entrar no banheiro masculino e não lavar as mãos. Ouvir histórias do pai (de luta, de dragão, de carros, o que for! Mas não de princesas e castelos...). Ir ao cinema, ao teatro, almoçar fora. Só com o pai.

Os meninos precisam dos pais para aprenderem a ser homens. O pai é o modelo do filho menino assim como a mãe é o modelo da filha menina. Então, a partir dos 6 anos (segundo os especialistas) os meninos devem ter mais experiências junto aos seus pais (ou um modelo masculino substituto*).

E para quem duvidava da importância do exemplo na educação dos filhos ou do poder do pai na vida de uma criança, este vídeo retrata bem isso. Pare, assista, pense, reflita. Seja o melhor que puder. Não de vez em quando, não só na frente dele. No dia-a-dia, com todo mundo.

"É observando como você age que as crianças aprendem a sentir" (Steve Biddulph em "Criando Meninos").


"Você pode ensiná-los dando-lhes um exemplo de homem completo. Deixe que seus filhos o vejam cuidando do seu corpo, tratando os outros bem, expressando suas emoções, defendendo as ideias nas quais você acredita. Suas ações serão mais fortes que qualquer coisa que você diga. Você poderá se tornar o tipo de homem que quer que seu filho venha a ser!"  (Steve Biddulph em "Momentos Mágicos com seus filhos").


E para finalizar com um "clichezão" (rsrsrs)... "Não basta ser pai.... tem que participar!!"




Eu indico!! Sou fã de Steve Biddulph! Adoro seus livros:

- Criando Meninos
- Momentos Mágicos com seus filhos
- O segredo das crianças felizes

Todos da Editora Fundamento.


* "Encontrando um homem a quem imitar: se não houver um pai por perto, a criança precisa encontrar um substituto - na escola, por exemplo"  (Steve Biddulph em "Criando Meninos").

domingo, 27 de maio de 2012

10 incômodos do pós-parto



Todas as mulheres têm medo do parto. #fato. Passam a gestação inteira naquela ansiedade, sofrendo por antecipação. Tudo que a gente mais sonhava no mundo era que o parto fosse sem dor e o bebê nascesse sem muito esforço. Quem não concorda?

Pois o que as mamães de primeira viagem não sabem é que o parto não é a "parte mais difícil" dessa linda história de amor. O parto é "fichinha" perto do pós-parto! Não quero assustar ninguém, por isso vou deixar muito claro antes de confessar o segredo para as futuras mamães: TUDO VALE MUITO A PENA.

Agora vou contar o segredo: assim que o bebê nasce, ninguém mais lembra da mãe. Todas as atenções e olhares se voltam para o mais novo habitante do Planeta Terra, que já nasce sendo Rei. Quando o bebê vai para o berçário (logo após o parto), por exemplo, as visitas ficam espiando o bebê. Ninguém quer saber da mãe!

Mas essa é a parte boa!!

Enquanto o bebezinho começa a se adaptar no mundo e experimentar a sua liberdade de movimentos, a mãe sofre com os "incômodos" do pós-parto (mesmo o parto natural também tem seus "incômodos"). Confira abaixo 10 incômodos que você provavelmente encontrará no pós-parto, com diferentes graus de intensidade:

1. O efeito da anestesia demora um pouco para passar e você pode ficar sem sentir a perna durante algum tempinho.

2. Ir ao banheiro também não é tarefa fácil, por conta do efeito da anestesia e uma influenciazinha psicológica. Fora a dificuldade em andar, sentar e levantar...

3. Os famosos gases pós-cirúrgicos incomodam e para quem faz cesárea é aconselhado não falar muito.

4. A fome de leão após tanto tempo em jejum e depois a dieta do hospital.

5. Desconforto em geral com a posição na cama.

6. Cólicas com o útero tentando voltar ao seu tamanho natural e o sangramento pós-parto que pode durar de duas até três semanas.

7. Para mim, a parte mais difícil, a amamentação: os seios inchando, preparando-se para a chegada do leite e as primeiras tentativas do bebê mamar (nem sempre bem sucedidas e às vezes doloridas).

8. O desespero pela falta de experiência em ser mãe e não saber o que o bebê precisa ou o que ele está sentindo.

9. A noite sem dormir com a "política" de acordar o bebê de 3h em 3h (ou menos, se ele demandar) para mamar.

10. Os primeiros banhos da mãe pós-parto, reconhecendo as mudanças do seu corpo, a barriga mole e os pontos. E ainda contar com a ajuda da enfermeira no primeiro banho.

Agora vou confessar: este post foi só um desabafo das lembranças do pós-parto. Quem nunca passou por isso, melhor nem pensar! Esqueça tudo o que leu e aproveite os conselhos para as futuras mamães!

Se você acha que é difícil passar por tudo isso, pense que só de olhar e sentir seu bebezinho, você sentirá alívio para qualquer dor. Só de ter um filho nos braços, encontramos força para superar esta fase. E tenha certeza de que você esquecerá de tudo a tempo de ainda planejar o segundo filho!!

sábado, 19 de maio de 2012

Disney com crianças: a viagem dos sonhos!



Não há como negar: Disney é, sim, a viagem dos sonhos! A viagem de um sonho que está cada vez mais possível de se realizar. Sim, porque há 20 anos atrás ou mais, a Disney era uma viagem para a qual a pessoa se preparava por muitos anos porque seria a única da vida talvez!

Mas ainda bem que o tempo passou e, apesar de toda a dificuldade para se tirar um visto, ir a Disney ficou muito mais fácil. Tão fácil que as mamães brasileiras hiper mega ultra agoniadas andam viajando até com bebês! Na verdade, já andam viajando grávidas para fazer o enxoval por lá, mas essa história é para outro post...


DISNEY COM CRIANÇAS PEQUENAS

 
Pois bem, vou confessar que pensava em levar meus filhos a Disney desde antes deles nascerem! E desde que eles nasceram eu ficava na contagem regressiva esperando uma idade mais apropriada para programar, enfim, a viagem. Mas aí quando meu primeiro fez 3 anos, veio o segundo. E esperei novamente. Até que meu segundo fez 3 anos e surgiu a oportunidade de viajarmos. No início pensei que ele era novo demais e só decidi mesmo levá-lo porque além do apoio do pai, contaria com o apoio dos 4 avós! Seis adultos para 2 crianças. Melhor que isso, impossível!!

O desejo de levar crianças pequenas, que são tão apaixonadas pelos personagens da Disney, é sempre grande e compensa* o trabalho que elas naturalmente dão! Sim, crianças pequenas e bebês cansam fácil, querem muito colo (não há quem aguente a maratona com o filho no colo!); tem a questão da alimentação, porque ainda não comem de tudo ou precisamos cortar miudinho ou se sujam muito; se estão na fase da fralda, temos que encher a mala com as necessidades, se estão no desfralde a criança não espera muito para ir ao banheiro; tem as eventuais birras, etc. Mas o legal é que nesta fase é que a fantasia é verdadeira para eles!! E esse encantamento natural não tem preço!!



"De 2 a 4 anos é quando a criança ainda acredita estar visitando a casa da princesa favorita (e isso pode durar até por volta dos 6). Nessa idade, é ainda tênue a linha que separa fantasia de realidade" (Revista Crescer)**






Que a Disney é um parque maravilhoso para as crianças, ninguém duvida, porém é igualmente cansativo. Você não pode planejar uma viagem com crianças pequenas querendo explorar tudo que puder, porque não vai conseguir. Se quiser levar os pequenos, a primeira dica é respeitar seu ritmo, seus horários e seu cansaço. Não crie expectativas demais nem faça programações muito extensas. Quando você perceber, estará apenas pensando em você e não no seu filho.

Mais importante ainda é evitar de todo jeito ir na alta estação. Não compensa de forma alguma ir a Disney nos meses de pico. Pense bem: pegar 2h de fila para entrar em um brinquedo e ele durar apenas 10 minutos não é justo para uma criança. Procure uma semana tranquila, com um feriado, de preferência, e depois você compensa as aulas perdidas com estudos dirigidos em casa.

Outro aviso importante é que chegar finalmente ao destino não é tarefa muito fácil. Além do voo ser demorado, a depender da origem podem existir conexões. Fora isso, ao chegar lá tem fila para passar pela imigração e fila para pegar mala. Deixe seu filho descansar ao máximo, leve ele no carrinho (mesmo que na sua cidade ele não use mais, até uns 6 anos vale a pena colocar no carrinho). Esteja bem abastecido de lanches que durem até a chegada ao hotel. Leve atrativos como joguinhos eletrônicos, tablets, celular, DVD portátil, o que for necessário para deixá-lo distraído!! Relembre as dicas do post Viajar com crianças.

Confira dicas para ir a Disney com crianças pequenas

1. Evite ir na alta estação.

2. Reserve o primeiro dia para se adaptar à cidade, se organizar no quarto do hotel, deixar as crianças explorarem as novidades e se abastecer! Vá a um grande mercado, como o Wall Mart, por exemplo, para comprar biscoitos, sucos, água, nescauzinho e outras comidinhas ou bebidas essenciais para o seu pequeno. É importante estar abastecido (ter lanches e água) na bolsa, no carro e no hotel.


O Wall Mart é um gigantesco mercado que vende de tudo!! Tem roupas, eletrônicos, itens para os bebês. É um ótimo local para comprar um carrinho guarda-chuva (por apenas US$ 15,00), que será útil durante toda a viagem. No Wall Mart também tem uma seção de produtos licenciados da Disney, a preços mais em conta do que nos parques. Aproveite para comprar lembrancinhas para dar de presente e para você e seus filhos (tem lápis, caneta, chaveiro, camisas, etc.).

3. Não planeje ir a todos os parques "possíveis e imagináveis". A criança vai enjoar no terceiro dia sem nem considerar seu esforço e o dinheiro gasto! Deixe para fazer essa maratona incansável quando seu filho for maior ou adolescente. Se for levar crianças pequenas, escolha dois, três ou quatro parques no máximo, cujos dias de visitação podem ser alternados com outras atividades. O Magic Kingdom é o símbolo da Disney e o parque mais importante para as crianças pequenas. O Hollywood Studios tem brinquedos dos principais personagens dos filmes Disney, como Toy Story, A Pequena Sereia, Carros, A Bela e a Fera. A depender da época, você pode escolher um parque aquático também. Se você acha que não vale a pena e quer ir a todos os parques, melhor esperar seu filho crescer mais um pouquinho...

Ver mapa


4. Respeite o ritmo da criança. Deixe ela acordar no horário que conseguir, se arrumem e tomem café sem pressa. Deixe para chegar aos parques mais tarde.

5. Selecione com antecedência os brinquedos mais interessantes para a idade dela e assinale em um mapa que você imprimir na internet. Como os parques são muito grandes, você traça um caminho e ganha tempo. Se você não conseguir completar sua lista não fique frustrada. Seu filho nem saberá o que ficou faltando porque com certeza o que ele viu já valeu a pena.








6. Mesmo na baixa estação, um pouco de fila existirá. Tenha sempre em mãos atrativos para distrair as crianças, que pode ser inclusive algum brinquedinho que você comprar no próprio parque. É muito difícil resistir e não comprar nada por lá!





7. Não pense duas vezes e alugue um carrinho para seu filho, mesmo que ele já seja "grandinho". Os parques são muito grandes, tudo muito longe e, a depender da época do ano, tem muito sol. A maioria das crianças pequenas anda em carrinhos, a ponto de na porta de cada atração ter estacionamentos próprios. E lá a cultura é outra! Ninguém pega nada de ninguém!! Pode estacionar com tranquilidade!





Os carrinhos são marcados com o nome de quem aluga e tem opção para até duas crianças.









8. Vá de mochila! Crianças pequenas exigem tantos itens necessários que só com uma mochila para dar conta! Leve roupa extra, fralda se ainda usar, lenços umedecidos, protetor de assento, lanches, casaco, boné e protetor solar (importantíssimo!), além da sua máquina fotográfica e carteira com documentos pessoais.




9. As mamães também têm a sua vez: os parques da Disney são atrativos para as crianças assim como os outlets são para as mamães! rsrs Quem resiste a preços tão mais baratos do que aqui no Brasil?? Esta é a oportunidade de renovar o guarda-roupa das crianças pois tudo é muito mais barato do que aqui. É possível comprar diversas peças de roupas, como calças jeans, camisas, etc. a preços que variam de US$7,00 a US$ 10,00! É lá que se encontram também marcas famosas com preços atrativos, como Tommy Hilfiger, Polo Ralph Lauren, Gap, Oshkosh, etc. Por isso, vá com a mala vazia para poder voltar cheia!!

Bom, e se as crianças tiverem que acompanhar a família nas compras, alguns truquezinhos básicos: deixe elas nos carrinhos (a maioria dos outlets aluga carrinhos que vem com lugar para a criança sentar e lugar para as sacolas de compras) e lance mão de artifícios para a criança se distrair como chocolates e biscoitos, jogos eletrônicos, celular e até brinquedos novos. Tudo vale a pena para termos uma criança paciente neste momento tão importante!! rsrs








Onde se hospedar
O complexo Disney engloba mais de 20 resorts de todos os tipos e para todos os bolsos. É uma excelente opção especialmente com crianças pequenas porque estar no hotel tem o mesmo clima do parque, com a decoração, os detalhes, a lojinha, etc. Mas o grande benefício é a rede interna de transporte para se chegar aos parques (nada simples inclusive, porque mesmo lá dentro tudo é longe!!). Fora o complexo Disney, Orlando é bem abastecida com uma variedade de hotéis de todos os tipos e também próximos dos parques. Existem também opções de casas para famílias. Solicite orçamento.




Alimentação
Crianças pequenas muitas vezes têm uma alimentação um pouco mais natural, com sopinhas, verdurinhas cozidas, etc. Pois isso é o que nunca irá se encontrar lá. Esteja disposta a abrir mão para as gorduras, frituras, hambúrgueres, bacons, waffles e tudo o que existe num verdadeiro fast food, que faz juz ao próprio nome: coma rápido!!!



Uma sugestão alternativa para os que se preocupam em aguentar uma maratona com  crianças pequenas é o Disney Dream, o Navio temático da Disney. Repleto de atividades a bordo, desde a presença dos personagens a brinquedos e sessões de cinema e shows. Estar num navio traz a tranquilidade de poder acessar a cabine a qualquer momento, seja para um descanso, seja para pegar algum item que ficou faltando.




Para as crianças o sonho vai ser melhor ainda porque estará com seus pais 24h, já pensou?? Curta muito seu filho e deixe ele curtir seu sonho de conhecer seus personagens favoritos e passar um dia inteirinho brincando, se divertindo, assistindo filmes e teatros e comendo porcarias. rsrs

Vai cansar? Vai! Mas com certeza os momentos serão inesquecíveis!

Sonhe, planeje sua viagem e torne ela realidade!




*Eu sugiro levar crianças a partir dos 4 anos!

**Confira aqui 8 dicas da Revista Crescer para planejar sua viagem a Disney.



Solicite orçamento para a Disney na Via Alegria!




Fotos: Google

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Todos contra a Pedofilia




Mais comum do que pensamos, mais perto do que imaginamos, mais cruel do que tememos.


"Os crimes de abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes acontecem em grande quantidade, todos os dias, em todas as classes sociais e em todas as cidades do nosso Brasil... ocorrem no interior das residências, nas escolas, na rua, no campo, na internet... A grande maioria desses delitos fica sem apuração, as vítimas não recebem o devido atendimento, os criminosos não são alcançados para a devida punição".             Casé Fortes, promotor de Justiça - MG
18 de maio é o dia nacional de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Vista preto e proteste contra a violência infantil.







Ensine seu filho a se proteger! Super recomendo!!
Segredo segredíssimo é o primeiro e único livro infantil que aborda o tema para crianças e orienta que elas se defendam de situações indesejadas, não guardando segredo, fato muito comum. Confira post aqui do blog!

Conheça mais sobre a campanha TODOS CONTRA A PEDOFILIA, lendo a petição para o Senado Federal.







Constituição FederalArt. 227 - É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.
§ 4.º A lei punirá severamente o abuso, a violência e a exploração sexual da criança e do adolescente.

Estatuto da Criança e do Adolescente, lei 8.069/90
Art. 5° - Nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, punido na forma da lei qualquer atentado, por ação ou omissão, aos seus direitos fundamentais.
Art. 241 - Apresentar, produzir, vender, fornecer, divulgar ou publicar, por qualquer meio de comunicação, inclusive rede mundial de computadores ou internet, fotografias ou imagens com pornografia ou cenas de sexo explícito envolvendo criança ou adolescente: Pena - reclusão de 2 (dois) a 6 (seis) anos, e multa.
§ 1º Incorre na mesma pena quem:
I - agencia, autoriza, facilita ou, de qualquer modo, intermedia a participação de criança ou adolescente em produção referida neste artigo;
II - assegura os meios ou serviços para o armazenamento das fotografias, cenas ou imagens produzidas na forma do caput deste artigo;
III - assegura, por qualquer meio, o acesso, na rede mundial de computadores ou internet, das fotografias, cenas ou imagens produzidas na forma do caput deste artigo.
§ 2º A pena é de reclusão de 3 (três) a 8 (oito) anos:
I - se o agente comete o crime prevalecendo-se do exercício de cargo ou função;
II - se o agente comete o crime com o fim de obter para si ou para outrem vantagem patrimonial.

CAMPANHA PÚBLICA CONTRA A PORNOGRAFIA INFANTIL NA INTERNET

Quem insere fotos de conteúdo sexual envolvendo crianças ou adolescentes na Internet, segundo o artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente, está cometendo um crime. A pessoa que fizer essa publicação está sujeita às penalidades do artigo acima citado.
É bom ressaltar que somente a publicação de fotos envolvendo crianças e adolescente constitui crime. Publicar fotos de adultos não é crime.
Se você encontrou alguma página na Internet com imagens de crianças e/ou adolescentes submetidos a situações constrangedoras, poses sensuais ou atos sexuais, denuncie!
Copie o endereço da página e envie para o UNICEF! Não envie fotos, pois você poderá ser acusado de repassar material pornográfico infantil.

Como denunciar casos de violência sexual
Conselhos Tutelares – Os Conselhos Tutelares foram criados para zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes. A eles cabe receber a notificação e analisar a procedência de cada caso, visitando as famílias. Se for confirmado o fato, o Conselho deve levar a situação ao conhecimento do Ministério Público.
Varas da Infância e da Juventude – Em município onde não há Conselhos Tutleares, as Varas da Infância e da Juventude podem receber as denúncias.
Outros órgãos que também estão preparados para ajudar são as Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente e as Delegacias da Mulher.

OU DISQUE 100
O serviço do Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes é coordenado e executado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República.

Por meio do 100, o usuário pode denunciar violências contra crianças e adolescentes, colher informações acerca do paradeiro de crianças e adolescentes desaparecidos, tráfico de pessoas – independentemente da idade da vítima – e obter informações sobre os Conselhos Tutelares.

O serviço funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. As denúncias recebidas são analisadas e encaminhadas aos órgãos de defesa e responsabilização, conforme a competência, num prazo de 24h. A identidade do denunciante é mantida em absoluto sigilo.

Fonte: site da UNICEF: http://www.unicef.org.br/

domingo, 13 de maio de 2012

Ser mãe: o maior poder do ser humano



Dia das Mães! Que dia mais lindo e cheio de ternura! No Dia das Mães sempre pensamos no lado carinhoso e amoroso das mães. Todas as imagens estão cheias de romantismo, com flores e corações. Mas ser mãe está muito além de dar amor e carinho. Ser mãe é um trabalho danado! Um trabalho apaixonante e recompensador, mas duro!

Você já pensou no tamanho da responsabilidade de uma simples mamãezinha?? Parir e cuidar de um pequeno ser humano tão frágil e delicado e seguir cuidando dele por toda uma vida, com toda a dificuldade que é educar nos dias de hoje?

Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença
Ser responsável pela sua saúde, pelos seus estudos, pela sua segurança. Ser a incentivadora das suas primeiras palavras, dos seus primeiros passos, dos seus estudos até a faculdade. Ser conselheira em todos os momentos e em todas as idades. Ser o laço por toda a vida. Ser aquela que jamais abandonará.

"Ser mãe é não ter tempo para mais nada

porque a vida está muito ocupada,

preenchida com tanto amor".


E em cada etapa, as suas dificuldades: o recém-nascido, a criança pequena com seus perigos, a criança maior com suas traquinagens, o adolescente propenso a influências, o jovem independente pelas ruas, o novo adulto que sempre precisará do seu velho colo de mãe.

Ser mãe é ter mais de uma vida, é pensar no outro (o filho) em primeiro lugar, é passar por cima das suas próprias dificuldades para acertar. E mesmo com todas as boas intenções, nos sentimos culpadas por qualquer pequeno deslize!

Nossos filhos nem sonham em tudo que fazemos por eles, assim como nós também não sonhávamos, antes de sermos mães.

****************************************

Nosso agradecimento às babás:
É importante aproveitarmos neste dia também para agradecer a quem tanto nos ajuda a cuidar dos nossos filhos pequenos: as babás.

Elas, que muitas vezes deixam seus próprios filhos em casa enquanto cuidam dos nossos, os alimentam, dão banho, brincam e ficam atentas às suas traquinagens.

Mas tem mãe que prefere terceirizar toda a maternidade e o filho mais parece que é da babá... Criança precisa da mãe!!

****************************************

Ser ou não ser: eis a questão
E se você ainda não sabe se isso tudo vale a pena, pense só numa coisa: vai desperdiçar sua única vida sem viver essa experiência?? Pois faça de tudo para que ela aconteça! Enfrente suas dificuldades, corra atrás. É possível ser mãe de várias maneiras!!

E para as mulheres que se preocupam tanto com a carreira, posso afirmar que a carreira bem sucedida pode esperar com a licença maternidade. Mas a maternidade às vezes não pode esperar a carreira bem sucedida!

Benditas sejam as mães e as futuras mães, que têm o maior poder dos seres humanos: gerar uma nova vida! Benditas sejam as grávidas!


Feliz Dia das Mães!!!



quinta-feira, 10 de maio de 2012

Aniversário do Blog!!



Neste mês de maio, justamente no mês das mães, o Blog Mãe para Mães completou 1 ano!

1 ano, mais de 100 postagens e mais de 60.000 visualizações de páginas.

Pra mim, muito mais do que um hobby, é um prazer imenso escrever sobre um assunto que eu amo: maternidade. E prazer maior ainda compartilhar com outras mães (e pais e avós e futuras mães) tantas coisas deste universo que a gente vive. Um universo desconhecido e que gostamos tanto de desbravar.

Obrigada pela companhia de cada um de vocês!



Meu sincero agradecimento de Mãe para Mães!


Curtam a Fanpage no Facebook para acompanhar seleção de conteúdo para mães!

Indiquem para os amigos!!