terça-feira, 29 de novembro de 2011

Grávida bem informada



Colostro, ácido folico, eclampsia, mecano, doula, episiotomia, translucência nucal, ... Se você está grávida e não faz idéia do que significam essas palavras, está na hora de despertar!!

Uma das coisas mais importantes em uma gravidez é manter-se bem informada, ter conhecimento do que acontece e vai acontecer com seu corpo, com o desenvolvimento do bebê, ler sobre educação e cuidados com o bebê, etc.

Por exemplo, tem grávida que qualquer coisa que percebe quer ligar para o médico. Em muitas das vezes, se estivesse lendo sobre o assunto, já saberia as situações comuns por quais poderia passar. E não precisaria se assustar com mudanças normais...

Existem várias maneiras de manter-se bem informada sobre sua própria gravidez. Uma delas é cadastrar-se em um site de gestantes para receber por e-mail informativo da gravidez semana a semana. Ou seja, uma vez por semana você recebe um resumo por e-mail da sua fase de gestação e dos principais acontecimentos do seu corpo e do bebê. Bem prático e eficiente!



Mais uma maneira legal de manter-se "conectada" com a sua gravidez é fazer o Curso de Gestante Online da Revista Crescer. Você faz em casa, no horário que preferir e em local confortável! (obs: este eu não testei porque não tinha na minha época...)

Outra sugestão bacana, saindo um pouquinho do mundo virtual, é a Agenda da Gravidez. É literalmente uma agenda, que tem dia por dia do que acontece com o seu corpo e com o desenvolvimento do bebê em textos curtos e objetivos. Você preenche com a data provável do parto (40 semanas), de acordo com a informação do seu médico. Ou, se souber, com a data provável da fecundação. Assim, completa o preenchimento dos dias da agenda. Aí, é só deixar a Agenda na cabeceira da sua cama e toda noite, antes de dormir, você lê a mensagem do dia. Aproveite para ler junto com o papai, se possível, para dar a oportunidade dele participar também.

Agenda da Gravidez
Autor: Christine A. Harris
Editora: MARCO ZERO
Ano de Edição: 2000
Nº de Páginas: 176
Média de preços: de R$ 87,13 até R$ 196,35*




Além da agenda, que lhe proporciona uma leitura diária de pequenos textos, existem vários livros bacanas, sendo que o meu preferido para este assunto teórico de gravidez e primeiros cuidados é "Filhos - da Gravidez aos 2 anos de idade". Nele, você vai encontrar toda a teoria moderna sobre gravidez e bebês, com orientações dos pediatras da Sociedade Brasileira de Pediatria, como alertas de situações emergenciais, cuidados, alimentação, segurança, educação, brincadeiras e dicas pontuais, além do que você deve e não deve fazer. Tudo separadinho por períodos. Tem uma linguagem bem objetiva e é ótimo para consultas no dia-a-dia também.

Obs: para quem já passou dessa fase tem a sequência "Filhos - dos 2 aos 10 anos" e ainda um para adolescentes, todos da Soc. Bras. Pediatria.

Filhos: da Gravidez aos 2 Anos de Idade
Autor: Diversos
Editora: MANOLE
Nº de Páginas: 376
Média de preços: de R$ 66,60 até R$ 90,00*


Para quem já ouviu falar ou recebeu recomendações do Livro A Vida do Bebê, de De Lamare, esqueça! Infelizmente seus conceitos já estão ultrapassados!! O livro já teve mais de 40 edições, foi um sucesso no passado, mas já foi ultrapassado. Melhor não ter e não ler.







Tenha certeza de que acompanhando a gravidez, seja pela internet, seja por livros, você estará muito bem informada e compreenderá muito melhor todos os acontecimentos. E ainda vai se familiarizar com termos que surgirão e farão parte do seu novo vocabulário. Você se sentirá muito mais segura com a base de conhecimento que adquirir, saberá sintomas comuns e o que é ou não normal.

E com toda essa bagagem, restará a ansiedade de esperar pelo bebê!! E como dizem... tenham uma boa hora!!



 * Fonte: Buscapé

sábado, 26 de novembro de 2011

O segredo das crianças felizes



Quer saber o segredo das crianças felizes? Pois eu lhe garanto que vale a pena. Basta ler um dos meus livros favoritos!! O autor é Steve Biddulph, o mesmo de "Criando Meninos" e "Criando Meninas" (também muito bons).

Vou fazer uma síntese dos 3 principais assuntos abordados, mas vocês têm que ler o livro completo porque ele tem muito a nos ensinar para melhorar na criação dos nossos filhos. Combinado??

Então, vamos lá!

1. Como os pais hipnotizam seus filhos com programações negativas:



O autor alerta para que os pais evitem utilizar frases negativas, como:

"Você é muito preguiçoso"
"Pare de ser egoísta"
"Não seja medroso"
"Que menino bagunceiro"
"Você só faz coisa feia!"
(e outras piores)

O motivo é que essas mensagens são gravadas pelas crianças, que passam a acreditar que elas são verdadeiras, simplesmente porque elas acham que tudo que seus pais dizem é verdadeiro.

Ao invés disso, ele aconselha os pais a programarem positivamente suas crianças:

"Você é esperto demais para estar agindo assim".
"Eu sei que você é inteligente e vai entender a explicação da professora"


2. A cura pela audição

A forma como os pais reagem aos problemas das crianças normalmente atrapalha ao invés de ajudar!

Ele lista as reações mais comuns dos pais:

- Proteger/ salvar ("coitadinho, eu conserto pra você")
- Dar sermão / bronca
- Distrair (fugir do problema)

Nas 3 situações, o autor explica que são os pais que resolvem o problema sem escutar os sentimentos da criança e o motivo. A sugestão dele é usar a audição ativa para ajudar a criança a pensar no próprio problema e como resolver por si próprio (ao invés de ser protegida, ouvir sermão ou esquecer o que aconteceu).


3. Ajudar as crianças a lidar com suas emoções

Esse é outro segredo das crianças felizes: aprender a expressar bem as emoções negativas ajuda a passar por elas.

Não há como fugir: a raiva, o medo e a tristeza são emoções que estão sempre presentes na vida dos adultos e também das crianças. E se as crianças não aprenderem como devem expressar essas emoções, elas serão expressadas de forma equivocada.




Por exemplo, quando com raiva, a criança tem o impulso de bater, porque não sabe expressar sua raiva de outra forma.




As crianças aprendem que não se deve chorar, mas na verdade, quando estão tristes o choro é um grande alívio para o que estão sentindo. Chorar libera a tristeza!



E com relação ao medo, apesar de ser importante pelo seu papel de proteção, precisamos entender os medos dos nossos filhos e ajudá-los a superar.





Bom, se deixar eu vou ficar aqui contando cada página do livro, porque dentro desses 3 grandes tópicos ele fala coisas superinteressantes e exemplos muito legais.

Entender esses 3 assuntos abordados no livro fará muito bem às nossas crianças. PENSE NISSO E LEIA O LIVRO, porque é MUITO BOM!!



O Segredo das Crianças Felizes
  • Autor: Biddulph, Steve
  • Editora: EDITORA FUNDAMENTO
  • Ano de Edição: 2003
  • Nº de Páginas: 133
  • Preço médio: R$ 32,00

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Sugestões de presentes para novas mamães!!


Você quer presentear alguma grávida neste Natal ou outra ocasião, vai a um chá de bebê ou vai fazer uma visita na maternidade para um bebê que acabou de nascer? É sempre bom levar um presentinho, não é?

O mais comum é dar roupinhas para o novo bebê, sempre necessárias!! Os bebês perdem roupas rapidamente por conta do crescimento acelerado no primeiro ano. Então, você pode escolher tamanhos até 1 ano.

Bom, mas caso você queira sair do "lugar comum", eu listo abaixo algumas sugestões diferentes. Espero que gostem!!

1. Livros interessantes para a mamãe

Dicas de livros que adoro: Criando meninas ou Criando Meninos ou Criando Bebês ou Fralda Justa (dá para morrer de rir com este!!).

Obs: o meu "top one" estou guardando para um post futuro, mas adoro estes que indiquei agora!















2. DVDs para bebês (4 sugestões ótimas). Claro que eles não assistirão no primeiro mês, mas até o final do primeiro ano começarão a curtir as músicas e imagens coloridas! Pode dar que em pouco tempo já estarão curtindo.

Vejam as sugestões:
  • Baby Einstein: faixa etária de 0 a 3 anos, tem coleção com vários temas (dificilmente você dará repetido!), 3 idiomas para a criança ir se familiarizando também com o inglês e o espanhol e traz trilha sonora com músicas clássicas.

  • Bebê Mais: segue a linha do Baby Einstein, sendo direcionado a bebês de 0 a 3 anos, porém traz cantigas populares brasileiras que as crianças e os pais adoram! Também é uma coleção com vários temas: bichos, números, músicas etc.
  • Palavra Cantada Clipes: as crianças amam a famosa "Sopa do Neném", que além de ter uma música muito boa de cantar e dançar (tem sonoridade com as batidinhas de colher de pau), ainda mostra cenas de bebês tomando sopa e das comidas se mexendo. Além deste, tem outros clipes bem banacas.
  • Galinha Pintadinha: o fenômeno atual em DVD's. Tem excelente animação, músicas do cancioneiro popular e as crianças são fãs. O problema é você dar repetido!!



 3. CDs: É sempre bom colocar uma musiquinha para ajudar a ninar o bebê ou para os momentos de brincadeira. Confiram as sugestões abaixo:

  • Arca de Noé: indiscutível qualidade deste conjunto de músicas de Vinícius de Moraes para crianças. São músicas divertidas, que eles adoram para dançar a cantar.
  • Palavra Cantada é sempre sinônimo de criatividade e qualidade musical. Vale a pena apostar em qualquer um dos seus CDs. Este tem um repertório original de canções com instrumentação suave, ideal para bebês.
  • Mais Palavra Cantada!! Adoro este com canções de ninar... Para quem desafina, como eu, é uma excelente opção! Tem 22 músicas para embalar os bebês.




4. Sandálias Havaianas (não há quem não se encante ao receber!!) ou sapatilhas ou meias divertidas (Puket).






5. Moda praia: Sunga, biquini, chapeuzinho, boné e até óculos de sol.

As mamães também se encantam, pois geralmente são os primeiros presentinhos moda praia que recebem!!



6. Brinquedos de plástico para o banho: na banheira é sempre útil ter um brinquedinho para distrair os bebês. Escolha uma opção e pode apostar!!




7. Para as grávidas, tem camisas temáticas que dizem o sexo do bebê. Conheça a marca Olha Quem Está Falando que tem muita coisa legal!! Você vai encontrar muitos bodys, babadores e outras peças com frases que todo mundo adora!




8. Mordedores, chocalhos ou brinquedinhos musicais: são tantas opções e tantos tipos... difícil é escolher!! Tem de pezinho, mãozinha, frutas, personagens e mil outras opções.








9. Álbuns do bebê ou porta-retratos.




10. Por fim, pacotes de fraldas descartáveis ou as novas fraldas de pano reutilizáveis são sempre bem-vindos!!


Então, é isso! Na hora de escolher um presente para uma gravidinha ou uma nova mamãe, consulte aqui opções diferentes!

Se você tem alguma sugestão legal, fique à vontade para dividir conosco!

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Crianças no mundo das tecnologias



Tem gente que é contra. Tem gente que é a favor. O fato é que as crianças dessa nova geração já nasceram plugadas nas mais altas tecnologias. Disso não temos como fugir! Muito melhor do que alienar, é permitir que elas vivam e aproveitem essa realidade. Sem exageros, claro!

Nossos bebês já sabem dar "play", "pause" e "eject", só para começar. Muitas vezes são eles que ligam a TV e colocam o DVD porque as babás não sabem ou têm medo. Para usar o computador eles se viram para manipular o mouse e já conhecem o Google e o Youtube. Muito além disso, já sabem as maravilhas que podem encontrar navegando na internet. Basta sonhar e clicar para encontrar na web: jogos, desenhos, brincadeiras, vídeos e mais! E o Word? Quanto desenvolvimento proporciona em uma simples brincadeira de digitar as letrinhas!



Iphone e Ipad então? Quer coisa melhor para bebês e crianças? E pra quê proibir? Deixe seus dedinhos desenvolverem habilidades, abrindo e fechando milhares de aplicativos, que mais parecem sonhos. Sem esquecer que o Touch Screen para elas é no mínimo normal!

* Vejam abaixo o vídeo que estava circulando pelas sociais de uma menininha que confunde uma revista com um Ipad...



Estranhamos, mas é o novo mundo. Esses bebês e crianças não temem botões e raciocinam tão rápido quanto as mudanças de telas. Deixe que elas se habituem, mas com nosso olhar cuidadoso...

Mas as tecnologias também têm seu lado ruim... Não podem jamais ser utilizadas com exagero. Criança precisa muito mais de brincadeiras, de amizades e interações. Criança precisa ir para o parque, brincar com bonecos e jogos. Ler livros e ouvir histórias também.



Além disso, a internet tem seu lado ruim. As redes sociais e bate-papos, por exemplo, não foram feitos para crianças, porque lhes oferece muitas armadilhas. É como deixar a porta de casa aberta...

E o nosso amigo Google? Ele não é tão amigo das crianças assim... Buscas simples de palavras comuns e ele apresenta, às vezes, imagens nada próprias para nossas crianças. A verdade é que a internet não tem censura e nossos pequenos não estão preparados para se assustar. Então, fique por perto e de olho! Mas deixe as crianças navegarem no mar das tecnologias!! O futuro é delas!!



Dicas de aplicativos:
- A Galinha Pintadinha disponibiliza vários aplicativos com seus clipes e jogos. As crianças adoram!
- Confiram dicas de aplicativos do Iphone/ Ipad para crianças:
http://www.infantapps.com.br/
http://blogdoiphone.com/2009/08/aplicativos-para-criancas-que-farao-de-voce-um-super-pai/


CD Rom: existem vários CD Roms à venda nas livrarias separados por faixa etária. São ótimas oportunidades de iniciar seu filho no computador com brincadeiras educativas. Sugestão: Coelho Sabido.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Escolha de um conselheiro



Quando a gente fica grávida, não falta quem queira dar alguma opinião. Imagine, então, depois que o bebê nasce!

É sugestão prá lá, conselho pra cá, palpite acolá... faça assim, faça assado... desde as sugestões mais novas no pedaço até as do tempo da vovó!

É tanta coisa que você pode pirar e fazer tentativas até mesmo contrárias!

Muitas vezes, o Pediatra fala para fazer de um jeito e lhe dá as explicações. Aí vem alguém querendo que você faça diferente. E cada um que lhe cerca vem com um palpite, uma dica infalível, um macete. São as vovós, as babás, as amigas, os parentes e por aí vai...

Coloca pra dormir de barriga pra cima! Não, de bruços!
Dá chupeta! Não dá chupeta!
Dá chazinho! Não dá chazinho!
Acorda pra mamar! Não acorda pra mamar!
É cólica! Não é cólica!
O leite tá forte! O leite tá fraco!

Não podemos nos esquecer que os tempos mudam... e as orientações também! O que era certo e talvez tivesse funcionado (por sorte) há 50, 30 ou 10 anos atrás às vezes não é mais. Então, fique bem atento ao que o Pediatra diz. Você tem que confiar no Pediatra que escolheu (caso não sinta essa confiança, trocar por outro que confie). E é muito importante que leve a babá para ouvir diretamente da "fonte" as orientações e, sempre que possível, as vovós (uma de cada vez pra não encher o consultório!!).



Bom, mas nem tudo a gente lembra de perguntar ao Pediatra. E tem muita coisa que acontece no dia-a-dia e a gente precisa dividir nossas inseguranças, dúvidas e angústias (sim, esses sentimentos sempre estão presentes). Por isso, eu vou dar uma dica que recebi quando estava grávida: escolha quem vai ser seu conselheiro. Defina um só para não ficar maluca. Mas não precisa dizer para os outros!!

Ou você fica com os conselhos da sua mãe ou da sua vó ou da sua sogra ou da sua irmã ou da sua amiga. É óbvio que você pode levar em conta tudo que lhe dizem, mas é melhor definir quem vai ser sua conselheira oficial (depois do Pediatra, claro!).

É sempre bom lembrar que vamos, sim, precisar de muitos conselhos e de muito apoio. Mesmo no segundo ou terceiro filhos, não é fácil cuidar de bebês, especialmente os recém-nascidos. São tão pequenos... e delicados... e sensíveis... e não falam... e choram... e não sabemos o que é... e às vezes nos desesperamos... juntando com o cansaço..... ufa! A boa notícia é que essa fase passa!!

Lembro também que, além do Pediatra e dos conselheiros, é muito importante que a gente esteja bem informada, leia muito e pesquise na internet as informações. Depois vou postar aqui minhas dicas de livros. Com conhecimento, tornamos as coisas mais fáceis.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Pra quem quer engravidar



Para quem não quer, parece que engravidar é muito fácil! Os casais estão sempre com medo e buscando proteções garantidas. Certíssimo! As pessoas têm que se cuidar. E a gravidez planejada é importantíssima. Agora, você já parou para pensar que na hora em que realmente se decide engravidar, descobrimos que não é tão fácil assim??

Raciocine: um óvulo sobrevive apenas entre 12 a 36h, esperando ser fecundado*! Isso ocorre apenas uma vez por mês. E, mesmo assim, por milhões de motivos, a fecundação pode não ocorrer. É considerado normal que as mulheres levem até 12 meses para engravidar naturalmente. Mas a gente sabe que a ansiedade é enorme e é difícil esperar sem despirocar, sem achar que tem algo errado, sem querer fazer todos os exames do mundo para saber se está tudo bem e sem começar a imaginar besteiras...

E é aí que está um dos segredos: relaxar!



Para ajudar a "otimizar o tempo", vários sites disponibilizam a famosa "Calculadora do Período Fértil", através da qual você descobre os dias mais prováveis da sua fertilidade. Basta informar o primeiro dia da última menstruação e a duração do ciclo. Depois, é seguir à risca o calendário para não perder as oportunidades! Há quem queira também apelar para alguns truques (veja o que diz uma especialista).

Fácil ou não, a gravidez tem que ser planejada! Existe um conceito em voga atualmente que é o da "gravidez dos 12 meses", que fala sobre a importância de começar as consultas médicas pelo menos 3 meses antes de engravidar. O ginecologista/ obstetra vai passar uma bateria de exames para fazer um mapa da sua saúde antes da gravidez, inclusive atualizando as vacinas, ou seja, um check-up geral para garantir que está tudo bem para conceber um novo serzinho neste mundo!

Ah! E certamente você já sairá com uma receita em mãos para começar a tomar ácido fólico, uma importante vitamina recomendada a todas as gestantes para tomarem 3 meses antes de engravidar até 3 meses depois da fecundação.



Estar bem informada também é importantíssimo. Quem quer engravidar deve começar a se familiarizar com as mudanças que ocorrerão no próprio corpo. Tem vários livros legais, mas o que eu mais indico é "Filhos: da gravidez aos 2 anos de idade", da Sociedade Brasileira de Pediatria.


Além disso, tem muitos sites bacanas também, que nos ajudam a tirar várias dúvidas:


No mais, é pensar positivo e aguardar a bênção de ser escolhida mãe!

Boa sorte!!




* Fonte consultada www.bebe.com.br,

domingo, 6 de novembro de 2011

Os signos dos filhos

Nem todo mundo acredita nos signos do Zodíaco, mas que fazem sentido... ah, fazem!!

Eu conheci uma coleção de livrinhos chamada "Astros, Estrelinhas", que possui um livrinho para cada signo, focando as crianças em seus primeiros anos. Os livrinhos se propõem a ser "um guia para os pais da pequena estrela da família" e falam do temperamento dos bebês e das crianças nos seus primeiros 3 anos e na escola. Depois, abordam também a relação do signo do filho com o signo dos pais, apresentando todas as variações.

Os pequenos escorpianos, arianos, librianos, dentre outras crianças representantes de cada signo, poderão ser mais compreendidos pelo seu jeito de ser. E nós, como pais, poderemos também nos entender mais e aproveitar os pontos positivos da relação entre os diferentes temperamentos de cada signo.

Veja um resumo das características mais tradicionais de cada signo, feito pelo escritor Jonh Astrop:




ÁRIES: é auto-suficiente, corajoso, energético e desbravador.



TOURO: é cuidadoso, possessivo, valoriza bens materiais, capaz de construir e de fazer tudo crescer.



GÊMEOS: é um brilhante pensador, curioso, comunicativo e versátil.

 CÂNCER: é sensível, voltado para a família, protetor, carinhoso e cuidadoso.




 LEÃO: é criativo, dramático, um líder vaidoso e generoso.




VIRGEM: é organizado, crítico, perfeccionista e prático.




LIBRA: é equilibrado, diplomático, harmonioso, sociável e gosta de tudo que é belo.




ESCORPIÃO: é magnético, poderoso, extremado, de vontade forte, determinado e auto-regenerativo.




SAGITÁRIO: é aventureiro, filosófico, perspicaz, firme, sincero e franco.



CAPRICÓRNIO: é cauteloso, responsável, paciente, persistente e ambicioso.





AQUÁRIO: é rebelde, anticonvencional, humanitário, idealista, defensor de grandes causas.


PEIXES: é sensível, imaginativo, carinhoso, visionário e disposto ao sacrifício.





E aí, seu filho é assim mesmo??  Para quem se interessou pelo assunto, vale a pena a leitura completa!


Para quem estiver interessado em adquirir os livros, aviso que são difíceis de encontrar nas livrarias físicas, mas pela internet é bem fácil! Custam cerca de R$ 20,00 cada um. Boa leitura!!